Foto: Divulgação

Aplicativo poderá diminuir tempo de espera em hospitais e aumentar assertividade no tratamento

Aplicativo vai auxiliar na sistematização da enfermagem e será concluído até junho no Amazonas

O Aplicativo “Sistematização de Assistência à Enfermagem” deve ser concluído em junho deste ano e deve contribuir com a diminuição no tempo de espera em unidades de saúde do Amazonas, além de aumentar a assertividade no tratamento dos pacientes. O projeto é uma das propostas contempladas no programa Sinapse da Inovação, da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) em parceria com a Fundação Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras (Certi).

Segundo o CEO da empresa responsável pelo desenvolvimento do aplicativo, Jander Cavalcante, o app mobile SAE será uma metodologia usada pelos profissionais de enfermagem, na qual existem especificações e/ou métodos de pré-atendimento do paciente assim que o mesmo ingressar em hospitais e clínicas. Ele reforça que a ideia pretende modernizar o processo.

“A ideia é fazer a sistematização em um app mobile para celulares Android e iOS. Nesse sentido, a ideia é tirar do papel essa sistematização e transpô-la para um sistema mobile. Imagina você preencher um formulário com mais de 30 perguntas à mão? Ao colocarmos essa parte do processo no celular aumentaremos o tempo de resposta e assertividade no tratamento”, disse Cavalcante.

Com a criação do produto para plataformas Mobile e Web será possível planejar todo o processo de enfermagem composto por histórico, diagnóstico, planejamento e intervenções para padronizar as informações e garantir mais segurança e excelência na prestação do serviço aos pacientes.

Atualmente, o app SAE está na segunda fase. A primeira consistiu no desenvolvimento da parte web, onde o hospital poderá administrar o número de inscritos, as demandas e outras informações de gestão. Conforme Jander, nesta nova fase do projeto é realizada a implementação do sistema na parte mobile. “Já temos um MVP (Mínimo Produto Viável) do aplicativo e estaremos fazendo a validação junto às equipes de enfermeiros da UEA”, disse Jander.

Ainda de acordo com Jander, o apoio da Fapeam foi de grande relevância e proporcionou um cenário favorável para o desenvolvimento do aplicativo.

“A Fapeam é de extrema importância e a parceria com a Certi possibilitou a expansão de outras parcerias. Hoje temos parceiros como Senai e Sebrae. Também fechamos parceria com a UEA e estamos tentando parceria com a Samsung Ocean. O projeto tem tomado grandes proporções. Em maio, estaremos apresentando o app SAE em Santa Catarina para uma banca de doutores”, contou o CEO.

Inovação

O SAE é um dos 40 projetos aprovados no programa Sinapse da Inovação, fruto da parceria firmada entre a Fapeam com a Fundação Certi. A ideia de criar o aplicativo surgiu no mestrado da enfermeira Elielza Guerreiro, que com ajuda do filho, Jander Cavalcanti, licenciado em Informática, submeteu o projeto ao programa que incentiva as ideias inovadoras e com potencial de mercado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *